9 perguntas a fazer ao contratar quem vai fazer o seu site

9 perguntas a fazer ao contratar quem vai fazer o seu site

Criar e manter no ar um site que vai ajudar seu negócio a atrair e conquistar mais clientes envolve uma série de atividades e conhecimentos específicos: webdesign, codificação, usabilidade, metas de interface, otimização para buscadores (SEO) e hospedagem são alguns dos trabalhos técnicos necessários.

Você não precisa entender destes termos técnicos, mas você precisa encontrar um fornecedor que faça bem todas estas tarefas que vão contribuir para você ter um site de qualidade a um preço justo.

Veja, então, 9 perguntas a fazer ao contratar quem vai fazer o seu site:

1 - Quais são e onde posso encontrar exemplos de seus trabalhos atuais e antigos?
Bons fornecedores facilitam bastante este trabalho, normalmente já disponibilizando online seu portfólio. Aproveite para, entre outras coisas, verificar se em cada um dos sites já feitos pelo fornecedor você consegue encontrar as informações com facilidade.

2 - Posso falar com seus clientes atuais e antigos?
Neste ponto, você pode avaliar como está sendo o atendimento, se os prazos foram cumpridos, se os sites e e-mails estão funcionando corretamente, e por qual motivo os ex-clientes passaram a ser ex-clientes.

3 - Qual seu site preferido e por quê?
A resposta pode revelar bastante sobre o conhecimento que o fornecedor tem sobre gestão de marca, design, usabilidade, interface, e mais.

4 - Que ferramentas e tecnologias serão utilizadas para a criação do design e codificação do site?
Com esta resposta você poderá avaliar se o seu site será resultado de um trabalho personalizado ou se algum template será utilizado. Da mesma forma, você descobrirá se será utilizada alguma plataforma de criação de sites ou ser o código será escrito "do zero". Mesmo que não sejam assuntos que você domina, um bom fornecedor saberá lhe explicar os prós e os contras de cada possibilidade.

5 - Quais as qualificações dos profissionais envolvidos?
É bem comum encontrar designers que se aventuram pelo mundo da programação, e programadores que se arriscam a fazer design. Como são tarefas bem distintas (uma usa lógica e outra a emoção), convém ter profissionais focados cada um em sua área e trabalhando em conjunto. Assim, você pode ter certeza de um trabalho bem feito.

6 - Como você fará que meu site apareça no Google?
Não faz sentido ter um site que não seja encontrado, certo? Verifique as ferramentas e técnicas de SEO que serão utilizadas.

7 - Que integrações especiais você pode fazer em meu site?
Os internautas esperam que seu site não seja estático. Assim, convém verificar se o fornecedor pode incluir facilmente em seu site: compartilhamento em redes sociais, blogs, animações, vídeos, etc. E é importante que você tenha total liberdade para editar as informações (textos, fotos e vídeos) através de um gerenciador de conteúdo. 

8 - Como é o atendimento quando eu precisar de suporte?
Primeiramente, o ideal é que o site nunca dê problema, que as informações estejam sempre protegidas, e assim por diante. Mas caso necessário, quão rapidamente o atendimento acontece e o problema é resolvido?

9 - Quais são as minhas garantias?
Convém ter um contrato que especifique prazos, responsabilidades, e qualquer ponto de forma clara para você ficar seguro do investimento.

Use este questionário como um checklist ao comparar os possíveis fornecedores e facilite a sua escolha!

Postado por Eduardo Lara
Compartilhe:

Confira mais posts